Tecnologia

Orkut reativado: Fundador promete uma rede social que protege os dados de seus usuários

Orkut

Rede social sucesso dos anos 2000 é reativada depois de 8 anos fora do ar para “construir algo novo”

Na última quarta-feira (27/04), a internet foi surpreendida com a reativação do domínio (www.orkut.com) do sucesso entre 2004 e 2014, o Orkut, que estava desativado desde 2014. 

O fundador turco, Orkut Buyukkokten, deixou um comunicado prometendo uma rede social repaginada e que protege os dados de seus usuários, dois dias após a compra do Twitter por Elon Musk, homem mais rico do mundo, segundo a Forbes.

A mensagem relembra o sucesso da rede social, que conquistou 300 milhões de usuários ao redor do mundo e alimenta expectativas quanto às suas inovações. Apesar de não dar muitos detalhes sobre uma data de lançamento, o texto foi suficiente para internautas comemorarem e relembrarem os tempos de comunidades e depoimentos.

Orkut

Orkut

Por que o Orkut acabou?

Com a chegada das novas redes sociais, principalmente do Facebook, que a partir de 2011 teve uma disparada na internet, o Orkut perdeu espaço. Mesmo sem apoio dos usuários, foi desativado em 2014.

O próprio fundador do Orkut afirmou em uma entrevista em 2017 que “as redes sociais que não evoluem ao longo do tempo correm o risco de ficar desatualizadas ou irrelevantes”. Ou seja, as pessoas estavam mais interessadas pela tecnologia das novas redes sociais, que já estavam se adaptando aos smartphones, e o Orkut teve dificuldades nessa transição para o mundo mobile.

Uma rede social diferente das demais

Buyukkokten deixa claro seu desejo de uma internet que enriqueça a vida das pessoas, sem manipular. 

Fez também uma crítica às redes sociais atuais, defendendo a privacidade dos usuários e de seus dados: “Nossas ferramentas on-line devem nos servir, não nos dividir. Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade.”.

Fica um mistério no ar, pois não se sabe se surgirá um Orkut repaginado ou uma rede social inédita ao dizer que está “construindo algo novo”. 

É possível se inscrever para receber atualizações sobre o projeto, deixando seu e-mail no lugar indicado no final do comunicado. Provavelmente, o site deve resgatar os recursos da antiga rede, mas as fotos e depoimentos dos anos 2000 não serão recuperados.

Orkut

Não é o primeiro retorno?

Já surgiram algumas informações sobre a volta do Orkut em outros anos, mas não eram oficiais. Em 2020, um fã da rede social desenvolveu um aplicativo com o mesmo nome, mas não passava de uma homenagem suspeita que coletava dados dos internautas.

Em 2016, Buyukkokten lançou outra rede social: a Hello. Era adaptada para smartphones e tinha como objetivo reunir pessoas com gostos semelhantes. “As comunidades ofereciam às pessoas um espaço seguro para que elas se reunissem e dividissem seus interesses”, disse o fundador na época. Porém, não obteve sucesso.

Orkut

Em suma, o comunicado lançado no dia 27/04 é o único oficial do fundador. “Eu sou um otimista. Acredito no poder da conexão para mudar o mundo. Acredito que o mundo é um lugar melhor quando nos conhecemos um pouco mais. (…) É por isso que eu trouxe o orkut.com para tantos de vocês ao redor do mundo. E é por isso que estou construindo algo novo. Vejo você em breve!”, afirma o engenheiro turco.