Educação

Coisas para saber sobre Nossa Senhora de Lourdes

Coisas para saber sobre Nossa Senhora de Lourdes

No dia 11 de fevereiro, a Igreja Católica celebra a festa de Nossa Senhora de Lourdes. Em Lourdes, França, em 1858, Bernadette Soubirous, de 13 anos, estava coletando pedaços de madeira como parte de suas tarefas diárias quando notou um vento surpreendente e o som de sussurros. O barulho vinha de uma gruta próxima. Quando Bernadette olhou em sua direção, ela viu-a cheia de uma luz dourada, e uma bela senhora.

Foi nesta gruta que a Nossa Senhora  apareceu para Bernadette 18 vezes e onde milhões de peregrinos católicos visitam as águas curativas no Santuário de Nossa Senhora de Lourdes.

Foram mantidos registros das trocas entre Bernadette e nossa Mãe Abençoada. Aqui estão cinco dos fatos mais fascinantes sobre as aparições que ocorreram na gruta:

Coisas para saber sobre Nossa Senhora de Lourdes
Coisas para saber sobre Nossa Senhora de Lourdes
  1. A Paralisação

Quando Bernadette viu pela primeira vez a bela senhora na gruta durante a primeira aparição, em 11 de fevereiro de 1858, diz-se que ela imediatamente sorriu para Bernadette e sinalizou para ela se aproximar, da mesma forma que uma mãe acena para seu filho. Bernadette pegou seu rosário e ajoelhou-se diante da Senhora, que também tinha um rosário no braço direito.

Quando Bernadette tentou começar a dizer o rosário fazendo o sinal da cruz, seu braço ficou paralisado. Foi só depois que a Senhora fez o sinal da cruz ela mesma que Bernadette foi capaz de fazer o mesmo. A Senhora permaneceu em silêncio enquanto Bernadette rezava o rosário, mas as contas de seu rosário passavam entre os dedos.

  1. A Oração Secreta

Durante a quinta aparição, que ocorreu em 20 de fevereiro de 1858, a Senhora ensinou a Bernadette uma oração, que ela recitou todos os dias pelo resto de sua vida. No entanto, ela nunca revelou a oração a ninguém, mas ela disse que lhe foi dito para sempre trazer uma vela abençoada com ela.

É por isso que as velas queimam perpetuamente no Santuário de Nossa Senhora de Lourdes.

  1. A Dama compartilha seu nome

Na décima sexta aparição, em 25 de março de 1858, na festa da Anunciação, a Senhora revelou sua identidade a Bernadette, chamando-se de “Imaculada Conceição”.

  1. A Queimadura de Fogo

Bernadette nunca esqueceu de trazer uma vela acesa para a gruta desde que a Senhora lhe disse para fazê-lo. Durante a décima sétima aparição, em 7 de abril de 1858, Bernadette inconscientemente colocou uma de suas mãos sobre a chama acesa.

Testemunhas viram a chama queimando através de seus dedos, e ainda assim ela foi capaz de orar por quinze minutos com a chama queimando sua mão. Quando ela saiu de sua oração, ela estava ilesa e nem notou gritos de horror das pessoas na multidão.

Dr. Dozous, um conhecido médico de Lourdes, pegou outra vela acesa, e sem aviso, colocou a chama em sua mão. Bernadette imediatamente gritou de dor.

  1. O Milagre do Corpo de Bernadette

Depois que as aparições terminaram, Bernadette tornou-se uma Irmã da Caridade. Morreu aos 34 anos, em 16 de abril de 1879. Ela foi enterrada no convento em Nevers, França.

Trinta anos depois, em 22 de setembro de 1909, seu corpo foi exumado e encontrado completamente intacto. Uma segunda exumação ocorreu em 3 de abril de 1919. O corpo foi encontrado no mesmo estado que se encontrara dez anos antes.

Bernadette foi canonizada santa em 8 de dezembro de 1933 pelo Papa Pio XI.