Saúde

Como aprender a meditar? – Confira um simples passo a passo!

Como aprender a meditar

Como aprender a meditar? A meditação é um tipo de terapia? Primeiro vamos entender que essa é uma prática oriental, que no geral junta algumas técnicas que vão te ajudar a deixar a mente vazia, isso gera níveis de concentração mais altos no momento do ato.

Sendo uma prática adquirida por várias culturas, definições exatas não são feitas já que algumas tradições buscam a meditação apenas como relaxamento, já outras para altos níveis de consciência.

Na opinião geral, a meditação serve para se desligar do mundo ao redor por alguns momentos e se concentrar somente no aqui e no agora. Leia conosco e saiba como aprender a meditar, vamos lá!

Como aprender a meditar: algumas técnicas

Afinal, como aprender a meditar? Como é praticado no mundo todo já existem várias maneiras de chegar no modo meditativo, como não importam os modos de chegar no seu interior é importante achar um jeito que mais combine com você e com a sua forma de meditar e que consiga fazê-la diariamente.

A mais comum são as que você senta na forma de lótus com as pernas cruzadas e os pés voltados para cima, mas vamos lembrar que a posição em que é feita a meditação não é a mais importante, você precisa estar confortável, mas não tanto para não acabar cochilando.

Por isso se recoste em alguma cadeira, fique em movimento ou até mesmo em pé, controle sua respiração e concentre nela e deixe que os pensamentos saiam da sua mente de maneira lenta.

Outra maneira é a meditação guiada, para isso é preciso procurar uma playlist e prestar atenção nas palavras que estão sendo ditas, o tempo que o exercício é feito vai de cada um, geralmente no início a pessoa que pratica não faz mais do que 20 minutos.

Tipos mais conhecidos de meditação

Já falamos que é uma prática de várias tradições e religiões também, com isso cada uma possui suas particularidades, nosso artigo vai apresentar as mais comuns. 

1. Hindu

Esse é o estilo mais difundido no mundo todo e mais ligado às práticas da Yoga, nesse estilo é usado a repetição do “OM”, assim a vibração que esse som emite causa um relaxamento meditativo, claro que outros muitos mantras também são usados. O uso de sons também são feitos em algumas práticas, um deles é o transcendental.

2. Cristã

Nesta meditação a ideia central é meditar sobre o que Deus diz sobre alguns assuntos, assuntos abordados tanto pela própria pessoa como por alguma igreja que ela siga. O ritual segue por meio de leitura de textos escritos na bíblia e a repetição deles, também a leitura e raciocínio deles em silêncio fazendo apenas uma conexão com Deus.

3. Chinesa

A principal característica desse modo a construção e formação de energia, tem como base a ideia de que ela corra pelo corpo da pessoa favorecida, isso garantirá vitalidade e uma força maior. Existem artes marciais que tem como objetivo a meditação, são feitos apenas movimentos lentos e repetitivos.

4. Budista

Esse modo busca uma orientação e base para compreender a vida, entre todas as maneiras de realizar a meditação budista a mais comum é a chamada de Zazen. O praticante deve se sentar na posição de lótus e prestar atenção apenas na sua meditação, mantenha a atenção somente no seu corpo e nas sensações que você sentirá, esvazie a mente e busque colocar a atenção total naquele momento apenas.

Benefícios de ser regular

Um dos primeiros benefícios que é visto é o relaxamento mental e físico, após isso você, após isso você sentirá uma diminuição da ansiedade, sua respiração ficará melhor e irá adquirir mais disposição no dia a dia para suas atividades e um aumento no bom humor.

Ser regular nessa atividade proporcionará um aumento na sua concentração e no seu foco e uma diminuição no estresse e alguns possíveis ataques de raiva. O lado bom é que com tudo isso os desafios serão resolvidos de forma mais calma e paciente.

Quem pode realizar meditação?

A maioria das pessoas podem realizar essa atividade, algumas pesquisas foram realizadas com pessoas que portavam câncer e dores crônicas, essas apresentaram melhoras nos sintomas de ansiedade causadas pela doença entre alguns outros sintomas psicológicos também analisados nas pesquisas.

Quando realizadas essas atividades de maneira regular as consequências são muito favoráveis, tudo isso mostra que levar a meditação a níveis populares vem trazendo uma comprovação dos seus benefícios cada vez melhores e o tratamento de condições patológicas.

Aprenda você mesmo

Primeiro encontre um lugar tranquilo que possa ser só seu por pelo menos 1 hora, após isso sente se em um lugar confortável o suficiente para que durante todo esse tempo você não se sinta incomodado.

Nas primeiras vezes prefira a meditação guiada até que pegue o jeito de como fazer sem distrações, não fique tentando não pensar em nada, isso trará mais pensamentos ainda.

Controle a respiração sempre de forma devagar e leve, depois de algum tempo os pensamentos irão se apagando sozinhos e a atividade se tornará mais fácil.  Esse foi nosso artigo sobre meditação, esperamos que tenha gostado. Até a próxima!